Os prontos-socorros de um plano de saúde paulista estão utilizando robôs para atendimentos por videoconferência. O paciente é atendido pessoalmente por um médico emergencista de plantão. Caso seja necessária a opinião de outro especialista para definir o diagnóstico, esse outro médico é consultado por intermédio de um robô.
Origem: Uol Tecnologia