Os Correios deixarão de aceitar encomendas que contenham baterias e pilhas para boa parte dos serviços a partir de 1º de fevereiro. A restrição se aplica a aparelhos que sejam equipados com esse componente, caso de smartphones, notebooks e outros aparelhos eletrônicos.
Origem: Uol Tecnologia